Métricas de fluxo – Um guia para iniciantes!

métricas de fluxo
3 minutos para ler

Métricas de fluxo são indicadores baseados em observações do comportamento do sistema de trabalho, que nos permitem fazer análises que auxiliam na tomada de decisão e na busca por melhoria contínua.

Na BRQ nossas métricas são disponibilizadas de duas formas aos nossos times e clientes: através da aplicação Team Care, onde as informações são apresentadas de forma simples e automatizada, ou pela planilha disponibilizada pelo Centro de Excelência de Agilidade, sendo possível alimentar com dados e obter os gráficos facilmente.

Com essas informações é possível fazer o acompanhamento do time ou do serviço, realizar retrospectivas baseadas em métricas que auxiliam em termos a percepção de valor dos itens entregues, análise de qualidade, acompanhamento de padrões e, caso houver divergência, criar planos de ação visando a melhoria contínua do fluxo de trabalho.

Falando um pouco sobre cada métrica, começamos com a diferença conceitual entre Lead Time, Cycle Time e Customer Lead Time nesse artigo bem explicativo.

Throughput ou Vazão

O Throughput ou Vazão é a quantidade de itens entregues por unidade de tempo, podendo ser dia, semana, quinzena, mês, Sprint etc. Quando não há variabilidade expressiva nos períodos analisados indica um fluxo estável e saudável.

Analisando a frequência ou capacidade de entrega dos times, é possível ter previsibilidade de entregas futuras e fazer promessas que se pode cumprir.

Demanda de Falha ou Carga de Falha

Isso já nos leva à próxima métrica que é a Demanda de Falha ou Carga de Falha, que indica qual porcentagem das entregas é relacionada à correção de defeitos, evidenciando retrabalhos e/ou desperdícios.

Cumulative Flow Diagram (CFD)

O Cumulative Flow Diagram ou CFD é a contagem diária da quantidade de cartões que estão em cada coluna do fluxo, permitindo visualizarmos o comportamento real do nosso fluxo de trabalho dentro de uma linha do tempo e entendermos como as coisas verdadeiramente funcionam.

Por meio dele é possível realizarmos diversas análises, como por exemplo, a quantidade de Work in Progress (WIP), a taxa de entrada e saída de itens de trabalho, o lead time médio, a quantidade de itens em produção, os gargalos etc.

Objetivo da Sprint

Objetivo da Sprint, utilizado exclusivamente por equipes que trabalham com Scrum, representa o percentual do previsto em Planning versus o realizado entregue ao final da Sprint.

Serve para analisar se a meta da Sprint está sendo alcançada, ou se é necessário ajustar e melhorar a forma como a equipe se compromete com o seu objetivo.


Saiba mais sobre o Team Care BRQ

Confira nossa planilha de métricas de fluxo

Baixe também o Guia de Métricas de Fluxo

Autores: Pamela Campos Netto, Scrum Master, e João Paulo Grabosque, Agile Coach na BRQ.

Você também pode gostar