Sistema de cobrança automatizado promove redução de 100% em custos operacionais

sistema de cobrança automatizado
11 minutos para ler
DATA MESH

Além do surgimento de novas tecnologias, o que mais impulsiona a Transformação Digital? A criação de leis, por exemplo, como a Lei Geral de Proteção de Dados. A LGPD motivou diversas empresas do setor de TI a desenvolver soluções digitais para adequação à nova lei — incluindo a BRQ. No caso do maior banco de investimentos da América Latina, foi a modificação de uma lei que tornou possível a criação de um sistema de cobrança automatizado.

Quando fatores externos obrigam as empresas a modificar completamente seus processos operacionais e/ou de negócios, o que parece um desafio pode se tornar uma grande oportunidade de melhoria. Isso foi o que aconteceu com o banco de investimentos que, com o suporte da BRQ, não apenas se adequou a uma nova lei, mas transformou sua operação e se tornou um case de sucesso.

O que acha, então, de conhecer esse case e descobrir como a BRQ acelera os negócios dos seus clientes na prática? Continue a leitura para tirar todas as suas dúvidas!

O desafio do banco de investimentos

No Brasil, o número de investidores e interessados no sistema financeiro começou a crescer bastante no início dos anos 2010. Com isso, os bancos de investimentos foram ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro. Um aumento expressivo, porém, aconteceu nos últimos anos: segundo a B3, em janeiro de 2022, o Brasil chegou a cinco milhões de contas de pessoas físicas abertas em corretoras no país.

Com o número de investidores crescendo e o mercado se tornando cada vez mais digitalizado, tornou-se necessário investir em novas tecnologias para otimizar processos, com o objetivo de oferecer uma melhor experiência aos clientes. Além disso, a regulamentação do setor passou por algumas mudanças, como a Nova Lei do ISSQN.

Em vigência desde janeiro de 2021, a nova lei alterou as regras de cobrança e recolhimento do antigo ISS — Imposto Sobre Serviços, que agora se chama Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza.

Antes da nova legislação, a cobrança do imposto era feita apenas no domicílio do prestador de serviço. No caso do cliente da BRQ, a cobrança do ISS era feita no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde ficam suas sedes. Com a mudança na lei, a cobrança passou a ser realizada no domicílio dos cotistas, que são os clientes dos produtos do portfólio da instituição.

O problema é que os clientes do banco não se limitam ao Rio de Janeiro e São Paulo. Sendo assim, a cobrança que era feita em apenas dois municípios se tornou muito maior, precisando lidar com os cotistas espalhados por todo o território brasileiro e os seus mais de cinco mil municípios. Logo, dentro desse cenário, o processo de tributação, antes pequeno e totalmente manual, tornou-se imenso e complexo.

Além do considerável aumento operacional, a nova lei trouxe uma alta complexidade ao processo de tributação. Mais do que adaptar um processo a uma exigência regulatória, o cliente precisava desenvolver um sistema que realizasse automaticamente o novo processo de tributação do ISSQN, além da gestão de um grande volume de dados.

Com a nova lei de tributação, portanto, o banco de investimentos identificou os seus principais desafios:

  • Aumento operacional superior a 500%, com aumento nos custos;
  • A exigência regulatória (com prazo para o cumprimento dos órgãos prestadores de serviços);
  • A mudança de um processo de pequena escala para grande escala;
  • O risco de repasse de valores divergentes, passíveis de sanções judiciais, de acordo com a DPI (Declaração Padronizada do ISSQN).

O objetivo da parceria com a BRQ

Com esses desafios, o banco de investimentos procurou a BRQ para estruturar um time ágil, capaz de desenvolver em quatro meses o motor de cálculo de ISSQN, para que todo o processo de cálculo e recolhimento dos valores ocorresse de forma automatizada e eficaz.

Tudo isso foi operado dentro de uma ferramenta integrada aos sistemas do governo, como a Serpro — empresa de tecnologia do Ministério da Fazenda —, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e gestores dos fundos do banco. Em conjunto, a BRQ e o cliente definiram o principal objetivo do projeto: além de cumprir a lei regulatória, a proposta era reduzir custos e conseguir operar em grande escala e de forma automatizada (autônoma).

Os indicadores de sucesso do projeto foram definidos como:

  • Inteligência de negócio;
  • Rapidez e agilidade;
  • Escalabilidade;
  • Assertividade;
  • Segurança;
  • Rastreabilidade.

A BRQ apoiou o banco de investimentos com a estrutura necessária para esse projeto: uma equipe autogerenciada, com a visão detalhada do andamento e evolução do projeto, antecipando os riscos e trazendo visibilidade ao cliente de forma satisfatória.

A solução desenvolvida

Utilizando metodologias ágeis ferramentas como Azure DevOps, RabbitMQ, Node.js, React e Swagger, o squad da BRQ e o time do banco desenvolveram uma plataforma de cálculo personalizada, hospedada na nuvem da Amazon (AWS), que realiza a taxação e o recolhimento do ISSQN. Ao mesclar migração para Cloud com conceitos de Data Science, o banco passou a contar com uma estrutura mais robusta e eficiente para se adequar à nova regulamentação.

De acordo com Josiane Terezinha Soares, Coordenadora de Projetos na BRQ, o produto final foi desenvolvido do zero, exclusivamente para atender aos desafios e necessidades do banco de investimentos. “Transformamos um processo que era manual, que contava com uma planilha apenas, em uma ferramenta mais completa para resolver o problema da mudança do local de recolhimento do antigo ISS. O que antes era apenas dividir por dois locais, agora precisou se expandir por todo o Brasil e passar a considerar informações de terceiros”, explica.

CTA animado Cloud

Como as taxações eram cobradas e pagas pela própria instituição, ou seja, o administrador do fundo, tratava-se de um fluxo simples. Agora, segundo Josiane, era preciso considerar dados mais complexos, não apenas do cliente.

Novo processo

“Era preciso identificar o administrador, o contrato, todas as cotas e, depois, quebrar por cotista para identificar qual é o CEP e, consequentemente, o município dessa pessoa física. O problema é que o banco nem sempre tinha acesso aos dados, porque muitos dos fundos são administrados por um terceiro, e a única informação transmitida era o número de conta, mas sem informações como o CEP”, relembra Josiane.

A partir do número da conta passada para o banco era preciso buscar o CGE e, em seguida, o município de cada conta para passar a armazenar isso separadamente. Em resumo, trata-se de um processo gigantesco de volume e escalabilidade. Com inteligência e tecnologia, a BRQ transformou um desafio em uma solução digital completa para o maior banco de investimentos da América Latina.

Afinal, a nova plataforma é capaz de realizar o cálculo do ISS atendendo à lei regulatória, promovendo o rateio das diferentes taxas aplicadas ao produto final (ISS), operando de forma 100% automatizada e autônoma, além de realizar todas as integrações externas de alta complexidade com órgãos regulatórios (Serpro, AMBIMA, DPI, IBGE).

Mas os times da BRQ e do seu cliente foram além. “A ideia do banco não era apenas se adaptar à lei, mas modificar totalmente o processo de recolhimento e taxação do imposto. Isso demandou não apenas a melhoria do fluxo de trabalho, mas o desenvolvimento de um novo sistema, com um motor de cálculo específico e utilizando Business Intelligence, identificando as informações de cada cotista e regulamento”, afirma a coordenadora.

Ou seja, o produto fornece não somente a gestão e execução da operação, como também a gestão financeira, visibilidade detalhada de todo o processo, com diferentes visões, modernização e rastreabilidade. Isso, atendendo com maestria à Distribuição de Produtos de Investimento (DPI) e à Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA).

Interface da nova calculadora

Agora, de acordo com Josiane, a equipe do banco conta com várias telas para fazer a importação de informações ou receber dados de forma integrada. Assim, a plataforma monitora não apenas a movimentação dos fundos de investimento, mas também separa cada cenário de acordo com o regulamento e a sua taxação específica, trazendo mais eficiência para a instituição financeira.

As principais funcionalidades do sistema de cobrança automatizado são:

  • Cálculo do ISSQN: visão detalhada do motor de cálculo e a distribuição/rateio das taxas e cálculo do imposto;
  • Consulta e Importação Clientes Distribuídos: importa e consulta os clientes recebidos da B3;
  • Consulta Empresas do Grupo: consulta os dados das empresas do grupo;
  • Consulta Municípios Alíquotas: consulta a porcentagem de alíquota para cálculo do ISSQN por municípios. A carga é realizada de forma automática integrada à Serpro;
  • Consulta Municípios Bancos: consulta do código IBGE de cada agência/banco/município brasileiro. Aqui, a carga é realizada de forma automática integrada ao IBGE;
  • Consulta Municípios IBGE: consulta do código IBGE de cada estado/município brasileiro;
  • Consulta, Importação e Exportação do Rateio de Taxas: consulta, importação e exportação das porcentagens aplicáveis para cada empresa do grupo e a sua respectiva taxa;
  • Reprocessamento de Cálculo ISSQN: solicita o reprocessamento de um mês específico.

Os resultados alcançados com a parceria

Mas, como essa solução impactou o dia a dia operacional do cliente da BRQ? Quais foram os resultados alcançados e os benefícios para a instituição além do atendimento ao novo sistema regulatório? De acordo com Josiane, trata-se de uma revolução nesse mercado, já que o case dessa organização se tornou um exemplo para todo o setor, inclusive para os seus concorrentes.

“Era um processo que não tinha (e não exigia) muita inteligência de negócio. Sendo assim, uma mudança regulatória acabou estimulando uma mudança ainda mais profunda nos fluxos da organização. E o melhor de tudo: é uma situação que não se aplica apenas ao banco, mas também a qualquer administradora concorrente no mercado que precisa de um produto novo como esse”, afirma.

Ao todo, esses foram os resultados alcançados:

  • Escalabilidade com robustez e segurança;
  • Economia de 100% nos custos operacionais da área;
  • Redução de 99,7% no tempo de processamento;
  • Atendimento às demandas legais de órgãos reguladores;
  • Projeto finalizado dentro do prazo e com alto índice de satisfação do cliente.

Além disso, o projeto foi pioneiro entre as empresas do segmento. Também proporciona a capacidade de operar de maneira autônoma e com inteligência de negócio. Trouxe assertividade, robustez e autonomia, tornando o banco capaz de operar de forma automatizada com integrações externas de alta complexidade.

“Como o maior banco de investimentos da América Latina foi o primeiro a mapear e desenvolver o produto, acabou se tornando o pioneiro entre todos os seus concorrentes. Assim, foi possível definir todos os layouts de integração e criar um verdadeiro modelo para outras instituições do setor. Não só isso, a solução foi adotada nas demais áreas do banco, como a de cartões, que também precisou desenvolver soluções similares”, explica a coordenadora da BRQ.

Estima-se que até o segundo trimestre de 2022 todas as empresas do segmento já precisam estar prontas a operar atendendo à exigência da nova lei do ISSQN. O banco de investimentos saiu na frente e, já no final de 2021, iniciou os testes de todo o processo com sucesso, estando 100% pronto para operar. Além disso, a solução foi apresentada à ANBIMA, que definiu o modelo como referência para todo o mercado.

Acelere seus negócios com a BRQ

O case de sucesso de construção de um sistema de cobrança automatizado é mais um bom exemplo de como a expertise da BRQ em Transformação Digital é aplicada para acelerar negócios com inteligência e tecnologia. Há 29 anos no mercado, a BRQ materializa as estratégias de seus clientes em soluções digitais de alto impacto para solucionar diversos desafios que os impeçam de alcançar todo o seu potencial de transformação.

Agora que você já sabe como a BRQ apoia seus clientes em suas jornadas de Transformação Digital, o que acha de contar com a nossa parceria? Entre em contato conosco agora e descubra como podemos acelerar o seu negócio!

Cultura data-driven
Você também pode gostar

Deixe um comentário

um × cinco =