LGPD e transformação digital: entenda quais são os impactos no mercado

LGPD e transformação digital
6 minutos para ler

Independentemente do segmento de atuação da sua companhia ou do tamanho dela: a digitalização é um processo iminente. Nos últimos anos, porém, uma discussão foi transformada em lei e agora, tal mudança não pode ser feita de qualquer maneira. O caminho para a atualização de uma empresa passa pelo entendimento da relação entre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e a transformação digital.

Afinal, você provavelmente já conhece muitos dos impactos da transformação digital no dia a dia da sua empresa ou no resultado final entregue ao cliente. O momento, agora, deve ser dedicado para a adaptação aos termos e responsabilidades exigidas pela LGPD. Na prática, os dois conceitos se relacionam de forma cada vez mais significativa.

Mas quais são os impactos da Lei para a sua empresa? Quais são os pontos positivos e os desafios que podem surgir durante essas mudanças? Esclareça todas as dúvidas e garanta que a sua organização esteja no caminho certo explorando a LGPD e a transformação digital, a fim de encontrar novas oportunidades de negócio. Continue a leitura e descubra como!

Melhores práticas de Governança e Conformidade com a LGPD

Qual é a importância da adequação à LGPD?

O ambiente on-line foi, por muito tempo, um território incerto e nebuloso em relação ao que pode ser feito e o que não pode ser praticado. Não existia uma lei específica para tratar, por exemplo, a privacidade dos dados pessoais dos usuários na internet. A popularização do uso de smartphones e dispositivos móveis mudou esse cenário. Por esse motivo, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi aprovada em 2018.

Em resumo, esse texto consiste em uma legislação específica sobre a coleta, o armazenamento e o uso de dados pessoais dos usuários na internet. Ou seja, as regras e obrigações das organizações em relação aos detalhes e informações que se tornaram tão importantes. O principal objetivo da LGPD é definir normas claras sobre quais são as práticas e recomendações que devem ser seguidas para garantir privacidade e segurança dos dados pessoais das pessoas físicas.

Seja para utilizar dados do CRM, seja para armazenar informações de pagamento (como números de cartão de crédito), os dados fazem parte da rotina de todas as empresas, e se adequar à LGPD vai garantir que o funcionamento da organização e a privacidade do usuário sejam respeitados. Como adotar uma cultura Data-Driven, por exemplo, sem cumprir todas essas regulamentações?

Sendo assim, mais do que proporcionar maior segurança para a experiência do usuário com a sua marca, acatar a LGPD é um importante passo para o trabalho interno de gestão de uma companhia. Isso vai garantir processos mais seguros, transparentes e efetivos, além de possibilitar a criação de fluxos cada vez mais otimizados de trabalho para as mais variadas áreas da sua empresa.

Como a LGPD e transformação digital conversam entre si?

Também é fundamental compreender a relação entre LGPD e transformação digital. Afinal, são dois conceitos diferentes, mas que se cruzam de diferentes modos. O resultado final? Um impulsiona o outro e garantem ao usuário final que os produtos e/ou serviços por ele consumidos são protegidos e respeitam a privacidade dos seus dados pessoais. Isso mostra o quanto uma empresa é confiável e cumpre seu papel de forma sustentável e ética. Qual é o sentido de investir em ferramentas que não estejam adaptadas à nova legislação, por exemplo?

Cultura data-driven

Além disso, a transformação digital deve ser um processo preciso de inovação. Uma companhia não pode se dar ao luxo de desperdiçar recursos com soluções e ações que não sejam efetivas para os seus objetivos e necessidades. Uma estratégia eficiente, portanto, necessita de dados confiáveis, e nada melhor do que as informações dos consumidores para que a sua empresa possa refinar suas campanhas, ações, produtos e serviços.

Ou seja, a transformação digital é estimulada diretamente pela LGPD. Afinal, a sua companhia não pode mais depender de dados descentralizados e informações armazenadas de qualquer maneira. É preciso criar processos que respeitem a privacidade do usuário, que protejam os dados da sua companhia e possibilitem a criação de estratégias cada vez mais exatas e eficientes.

Em resumo, portanto, é importante acelerar o processo de transformação digital do seu negócio já tendo em mente as regras e as atualizações exigidas pela LGPD. Ainda mais essencial é ter suporte técnico e tecnológico para promover essas mudanças tão significativas. Com ajuda especializada, a tendência é que as soluções utilizadas sejam as mais adequadas para as necessidades da sua empresa.

Qual é a melhor alternativa para acelerar a transformação digital?

Cada empresa tem as suas particularidades e objetivos, não é mesmo? Eles são ainda mais importantes quando o assunto é a transformação digital, o que torna fundamental a personalização. Sendo assim, o caminho mais indicado é buscar por soluções e plataformas que possam ser customizadas de acordo com as demandas que surgem ao longo do projeto.

Um e-commerce, por exemplo, pode iniciar o processo de transformação digital para uma base menor de clientes e, aos poucos, conseguir aumentar o número de consumidores. Uma solução personalizável vai permitir que tal aumento seja feito de forma gradual e sempre de acordo com as necessidades do negócio, sem exigir uma estrutura enorme para um problema pequeno.

A personalização também possibilita a adequação mais simples e eficiente à LGPD. Ou seja, a solução não fica engessada e pode passar por alterações que a tornem ainda mais eficiente para as demandas atuais da empresa. Para quem busca acelerar a transformação digital, portanto, escalabilidade e customização são características essenciais para os produtos e soluções utilizados ao longo do processo.

A LGPD e a transformação digital, portanto, caminham juntas e são igualmente cruciais para qualquer organização. A partir do momento em que se pode compreender a relação entre os dois lados, fica mais fácil definir os caminhos para começar a realizar as mudanças internas. Em um cenário muito competitivo, com clientes cada vez mais exigentes, os dois conceitos são essenciais para o sucesso.

Apesar de fundamentais, esses não são os únicos temas aos quais você deve atentar. As mudanças no mercado e na sociedade são cada vez mais rápidas, o que não permite relaxamento. O que acha, então, de saber mais sobre evolução digital e como a BRQ pode ajudar?

Você também pode gostar

Deixe um comentário