Como desenvolver soft skills no mercado de tecnologia?

como desenvolver soft skills
7 minutos para ler

Em um setor tão dinâmico como o de TI, toda empresa precisa de profissionais que conheçam bastante sobre o que fazem e saibam utilizar seus conhecimentos técnicos em novas tecnologias para criar novas oportunidades de mercado.

Porém, empresas são feitas de pessoas. Por isso, tão importante quanto acumular conhecimento e gerenciar sistemas e ferramentas é saber lidar com outros profissionais e situações. As habilidades interpessoais, como relacionamento, resolução de problemas, comunicação, organização, entre outras, são chamadas de soft skills.

E você, sabe como desenvolver soft skills? Neste artigo, vamos explicar mais sobre o que são e apontar os caminhos que mais fazem diferença para quem trabalha com TI. Acompanhe.

O que são soft skills?

Soft skills são habilidades de um profissional que o capacitam a lidar não com as demandas técnicas diretas de sua função, mas com pessoas e processos que orbitam esse trabalho e que também influenciam em seu resultado final.

Por muito tempo, a TI foi uma área que exigia menos soft skills de seus profissionais. Por ser originalmente um departamento de suporte, valorizava-se muito mais a capacidade de quem trabalha nela de manter a operação da empresa funcional; pouco se pedia da equipe além disso.

Esse cenário mudou drasticamente com a Transformação Digital. Quanto mais a tecnologia ganha importância no resultado final de estratégias e ações práticas de mercado, mais o setor precisa estar alinhado e ser participativo nas discussões de demandas e objetivos em todos os cantos da empresa.

Principalmente falando do CIO, é fundamental hoje não apenas manter uma plataforma de produção e entrega funcional, mas também participar da tomada de decisão das empresas e ser a origem confiável de soluções para novos desafios de mercado.

E se a empresa conta com o seu trabalho para inovar e crescer, não dá para fazer isso apenas com conhecimento técnico. É preciso ter diálogo com colaboradores de outros backgrounds, interseção de ideias multidisciplinares e visão para enxergar caminhos que ainda não foram traçados.

Ou seja, o profissional de TI do futuro é aquele responsável por fazer a ponte entre as soluções técnicas e sua implementação prática; algo muito difícil se você não investir também nas suas soft skills.

Quais as principais soft skills no mercado de tecnologia?

Toda soft skill pode ajudar no crescimento da sua carreira e, por consequência, da sua empresa. Porém, existem algumas delas que apresentam uma sinergia maior com as demandas e oportunidades que surgem dentro da rotina de um negócio que busca na tecnologia a competitividade do futuro.

Falando especialmente sobre cargos de gestão de TI e CIO, veja quais são as principais.

Liderança

Os perfis de liderança se tornaram tão relevantes para o papel de profissionais dentro das empresas que esse é o tipo de soft skill necessária até para quem trabalha só.

Isso mesmo, ainda que o CIO não tenha uma equipe, ou que ela seja pequena, a natureza transformadora da tecnologia vai exigir dele que em algum momento lidere ou gerencie projetos com múltiplas pessoas. Conhecer apenas sobre a parte técnica do trabalho não vai ajudar muito nesses momentos.

Um bom líder é um profissional que sabe projetar metas que sejam ao mesmo tempo alcançáveis e motivadoras, e consegue gerenciar conflitos enquanto aponta todos os interesses para o mesmo caminho.

Ao contrário do que muita gente pensa, ser um bom líder significa saber ouvir. É alguém que sabe deixar o ego de lado para receber novas perspectivas, delegar funções e extrair o máximo de cada liderado.

Pensamento criativo

A capacidade de profissionais de TI do futuro aplicarem conceitos como Design Thinking e pensamento criativo ao seu trabalho é essencial.

Em suma, isso consiste em estar sempre relacionando informações e insights de fontes distintas em busca de soluções convergentes que não tenham ainda sido testadas.

A criatividade não é uma inspiração ou um dom. Ela pode até existir nesses momentos, mas o que os torna possíveis é treinar o seu olhar para estar sempre captando oportunidades e pensando em como transformá-las em soluções práticas.

Assertividade

Outra característica que exige soft skills no mercado atual é a dinâmica de mudança do comportamento do mercado e a velocidade com que as empresas de hoje precisam se adaptar.

Isso exige que a TI, que comanda esse centro de soluções, saiba avaliar demandas, projetar soluções e tomar decisões estratégicas com agilidade e sem espaço para dúvidas.

Assertividade não é pressa. É ter confiança na própria análise e saber se comprometer com as decisões tomadas, dando direções claras à equipe e departamentos adjacentes.

Colaboração

É possível fazer só uma solução tecnológica? Claro, já tivemos inúmeros exemplos disso nos últimos anos. Mas, e uma solução de negócio?

Hoje é praticamente impossível fazer uma empresa crescer com seus profissionais trabalhando de maneira isolada e independente. Todos os departamentos conversam em estratégias únicas e desenvolvem em conjunto estratégias criativas de crescimento.

E o CIO, como centro dessa integração de perfis, precisa ser uma pessoa com empatia, inteligência emocional e que sabe o valor da diversidade para a felicidade corporativa e a competitividade. Quanto mais variedade no perfil das pessoas que você conecta, mais dinâmicos serão os resultados sentidos pelo público.

Se a tecnologia é a base da colaboração e comunicação, assim como o centro da estratégia de negócio, você tem uma posição vital para realizar todas essas conexões.

Mentalidade de crescimento

Por fim, é interessante citar também uma soft skill voltada mais para a sua própria carreira. Quem tem mentalidade de crescimento internalizada na maneira como trabalha, está sempre buscando maneiras de aprimorar as próprias habilidades e traz consigo todos à sua volta.

Uma pessoa com mentalidade de crescimento é proativa e dedicada. Ela sabe que o esforço torna um profissional melhor, uma equipe melhor e uma empresa melhor.

Como desenvolver soft skills?

Ao contrário do que nos acostumamos com as hard skills, não existem formas sistêmicas e consolidadas de desenvolver as soft skills. Claro, há diversos cursos de liderança, colaboração e proatividade corporativa, mas cada um segue os próprios conceitos e parâmetros.

Por isso, além de buscar esses cursos formais, você também pode desenvolver soft skills trabalhando suas próprias questões internamente. O importante é identificar seus pontos fortes, suas dificuldades, e trabalhar para aprimorar o que você sente que falta na sua carreira.

Por esse caminho, você encontra muito material especializado disponível, como livros, webinars e workshops. Você pode tentar também a consultoria de profissionais da área de recursos humanos e desenvolvimento profissional.

E como nós chegamos a citar, saber ouvir é muito importante. Portanto, nossa última dica é investir na sua própria cultura de feedback. Peça opinião de colegas de trabalho e até do público, se for o caso, sobre sua participação dentro da empresa.

Então, com metodologias objetivas de feedback, trace os pontos que você precisa melhorar em suas soft skills e comece pelas mais deficitárias.

Com disciplina, vontade de aprender e sabendo da importância desse crescimento na sua carreira, você não vai apenas aprender como desenvolver soft skills, mas poder transformar esse conhecimento em um ambiente cada vez mais eficiente de trabalho ao seu redor.

E aí, curtiu as dicas? Se quer se informar mais sobre o papel da tecnologia na era digital, assine a nossa newsletter!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

2 × cinco =