People Analytics: o que é e de que forma revoluciona o seu negócio?

people analytics
17 minutos para ler

A relação entre as pessoas e a gestão de dados ainda pode ser considerada algo novo, mas não surgiu agora. Na verdade, essa ligação tem a ver com a busca da humanidade por analisar as informações conhecidas a respeito de uma determinada circunstância para tentar prever tendências futuras, que quando aplicada ao comportamento humano resultou no People Analytics.

Embora a gestão de pessoas seja uma área bastante consolidada nas empresas, as inovações e a tecnologia abalaram um pouco as estruturas dessa dinâmica com o público interno. Isso porque os gestores passaram a ter novas ferramentas trabalhando a seu favor, o que transformou a maneira como esse setor toma suas decisões.

O que aconteceu? Bem, o mercado de trabalho mudou, os avanços tecnológicos criaram empresas mais ágeis e inteligentes, demandaram novos cargos e funções e qualificaram o modo como esses negócios contratavam seus talentos. Diante disso, mesmo quem já estava em uma equipe percebeu a alteração de cenário e começou a se preparar e se tornar mais exigente.

Se a tecnologia tornou o trabalho mais fácil, diminuiu burocracias e derrubou barreiras geográficas, então, agora todos os profissionais passaram a se sentir empoderados para buscar oportunidades melhores. E é por isso que a gestão interna de pessoas teve que encontrar meios para se tornar mais eficiente e reter esse pessoal.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, vem com a gente e aproveite a leitura!

Entenda o que é People Analytics

People Analytics é um processo de coleta e análise de dados, voltado para a gestão de pessoas em empresas. O conceito nasce a partir da ideia de Big Data, que consiste na coleta, armazenamento e análise de um volume imenso de dados.

Em tradução literal, o termo People Analytics se refere à análise de pessoas. Impreterivelmente, essa análise depende de tecnologia, já que é ela quem monitora todos os dados de um colaborador na sua trajetória na empresa. Então, ela é a grande responsável por reunir, ordenar e diagnosticar informações sobre todos.

Se você analisar, nos últimos anos, as empresas vêm passando por um processo de digitalização. Todos os processos (ou quase todos eles) acontecem em ambientes virtuais e criam uma espécie de “rastro oculto”, um histórico — os dados, usados como matéria-prima para identificar padrões do negócio.

Como tudo acontece dentro de algum software, desde a candidatura de um candidato a uma vaga até o registro de desligamento de um colaborador, a empresa tem recursos suficientes para desenhar a trajetória de cada profissional que passa por ali, do início ao fim. E o melhor: isso pode ser usado para otimizar a gestão e tornar as equipes mais motivadas e satisfeitas.

Se você souber como usar as informações sobre os integrantes das suas equipes, pode usar os melhores insights para adotar medidas estratégicas que ajudem a melhorar a produtividade do time e até o seu engajamento, por exemplo. Além disso, também é possível mapear o perfil e as competências de cada colaborador, desenvolvendo um programa interno de adequação de talentos aos cargos que mais se encaixam com cada um.

Também é possível criar interferências pontuais, como políticas e projetos que façam com que os colaboradores de um time se sintam mais valorizados ou reconhecidos pelo trabalho que fazem. Isso pode interferir nos índices de turnover, por exemplo.

O resultado, é claro, são profissionais mais felizes e motivados nas suas atividades, e conquistas cada vez melhores para a empresa. Isso tudo é possível graças ao uso de estatística, tecnologia e a expertise de bons gestores de pessoas.

Saiba por que o People Analytics surgiu

Se você soubesse que alguns dos seus profissionais estão ficando esgotados ou estão à beira do burnout, não faria nada tentando evitar o pior? Provavelmente, sim. O People Analytics surgiu para cobrir esta demanda que estava à deriva no mercado: os líderes não conseguiam prever o comportamento das pessoas.

Embora não seja possível acertar 100% sobre o comportamento de uma pessoa, o People Analytics é uma ótima ferramenta para indicar quando algo não vai bem. E isso dá a você, líder, uma possibilidade de agir antes que um problema maior aconteça.

Vamos voltar aos primórdios? Monitorar e analisar o comportamento dos funcionários de uma empresa não é uma prática recente. Na verdade isso sempre foi feito, com a diferença de que, antes, as pessoas confeccionavam fichas em que anotavam os dados sobre cada profissional. Ou, pior, os gestores guardavam as informações em mente.

Quando era preciso analisar algum dado, seja em relação ao desempenho, habilidades ou aptidões do colaborador, muitas vezes essas informações se perdiam. Então, ficava impossível ter uma análise criteriosa e imparcial do processo.

A tecnologia veio para melhorar isso, criando recursos digitais a fim de registrar as informações e, posteriormente, usar esses dados de forma mais inteligente.

Os resultados obtidos hoje e a possibilidade de cruzar um grande volume de informações, por exemplo, só existe graças aos métodos estatísticos que buscam padrões no comportamento das pessoas. Com base nesses padrões, os gestores têm a possibilidade de tomar decisões mais acertadas projetando cenários futuros.

No entanto, calcular tudo isso de forma manual é algo bastante complexo e exigiria muito tempo até que as pessoas conseguissem, enfim, chegar a resultados satisfatórios, tornando os dados obsoletos. Por isso, a automatização da coleta e da análise dos dados é algo tão crucial.

Ela identifica comportamentos e gaps de desenvolvimento, bastante úteis para que os gestores adotem medidas corretivas a tempo. Além disso, são ótimas ferramentas de apoio à decisão na contratação e na retenção de talentos.

Descubra como o People Analytics se relaciona com RH e gestão de dados

Como você viu, o People Analytics está diretamente relacionado à gestão de pessoas. Por isso, ele tem um grande poder de impacto na jornada do colaborador. Se você quer entender melhor como ele influencia o RH e a gestão de dados, continue a leitura.

Gestão de pessoas

Quando falamos em gestão de pessoas estamos nos referindo a aproveitar o melhor do potencial de cada colaborador para gerar resultados satisfatórios para a empresa, beneficiando também as pessoas que trabalham nela. Com o People Analytics, é possível otimizar a performance do time, principalmente por fatores indiretos, como o clima organizacional e a motivação das pessoas.

Esses são pontos negligenciados na gestão de pessoas de muitas empresas, mas que têm um forte impacto no desempenho dos times. Com o People Analytics, você consegue mensurar especificamente como cada ação adotada impacta o desempenho e a atividade de uma pessoa ou de um grupo delas.

Ele também é útil para mensurar como os trabalhadores percebem seu ambiente de trabalho, seus pares e seus superiores, além de ajudar a entender melhor como a empresa é observada pelas pessoas que fazem parte dela. Com base nisso, é possível desenvolver planos de ação estratégicos para melhorar a relação com os times e incentivar o seu engajamento.

Retenção de talentos

Quanto mais você conhece as pessoas que trabalham com você, mais fácil é proporcionar aquilo que elas precisam para se manter engajadas e motivadas a entregarem o melhor de si para o trabalho. Por isso, quando você conhece sua equipe, consegue motivá-las através dos fatores certos.

A definição dos benefícios oferecidos para um time, por exemplo, pode se tornar um mero gasto adicional se não for eleito estrategicamente. Não adianta você oferecer vale-transporte para um grupo de pessoas com carro próprio, por exemplo. É desmotivador. Ao contrário disso, quando você sabe o que a sua equipe valoriza, pode entregar benefícios valiosos.

Se você não pode, por alguma razão, oferecer salários melhores aos seus colaboradores, por exemplo, pode entender melhor o que os motivaria. Muitas pessoas preferem acesso a um bom plano de saúde; outras querem convênios em academias; outras preferem oportunidades para continuar estudando e se qualificando. O People Analytics ajuda a desenhar esse perfil na sua equipe.

Recrutamento e seleção

O seu time atual é composto por forças e fraquezas. Quando você tem uma vaga disponível na sua equipe, é importante buscar um colaborador com as características necessárias que não estão presentes nos demais. Assim, você pode usar essas características faltantes para criar uma espécie de candidato ideal.

A partir disso, pode delimitar sua busca por candidatos que correspondam a essa necessidade, poupando tempo e esforços, sem precisar entrevistar quem não se encaixa. Assim, você redireciona seus processos seletivos para algo que seja completamente alinhado com a demanda que você tem no momento.

O People Analytics pode fazer todo o trabalho duro para você, realizando essa filtragem e entregando resultados mais concisos e precisos dentro daquilo que você está buscando. Com isso, a contratação dos profissionais certos se torna muito mais fácil e simples.

Treinamento e desenvolvimento de pessoas

O People Analytics também é um suporte fundamental para analisar e determinar quais são os pontos que precisam ser melhorados na sua equipe. Assim, as próprias ferramentas podem indicar um plano de treinamento ideal e os aspectos que devem ser abordados.

Isso tudo é feito por meio de um levantamento de informações, a definição de um cronograma e o estabelecimento de conteúdos-chave. Assim, cada colaborador que necessita do treinamento é indicado para a preparação, fortalecendo cada vez mais a sua força de trabalho.

E todo esse trabalho pode ser alinhado ao perfil de cada colaborador. Se você tem um talento com potencial para assumir uma posição de liderança, por exemplo, pode prepará-lo desde cedo para a sucessão, sem precisar perder tempo quando o ocupante atual do cargo for promovido ou sair da empresa.

Conheça os benefícios do People Analytics

Agora chegou o momento de entender um pouco melhor como essa ferramenta pode auxiliar a empresa na busca por melhores resultados. Vamos lá?

Ajuda a economizar tempo na rotina de trabalho

Quando falamos em adotar algumas medidas que ajudam a melhorar a satisfação dos trabalhadores com a empresa, estamos nos referindo não apenas em reter essas pessoas, mas em melhorar o seu desempenho. Pessoas motivadas trabalham melhor porque dão tudo de si, se envolvem e se entregam ao trabalho.

É claro que, com isso, produzem mais e de maneira satisfatória, resultando em uma economia significativa de tempo na rotina de trabalho. E, além disso, também é possível continuar otimizando o desempenho individual.

Isso é viável por meio da mensuração de resultados e de uma espécie de rastreamento do desempenho individual. Assim, é possível saber exatamente quais são as maiores dificuldades e deficiências de cada colaborador, facilitando muito na hora de definir seu próximo plano de treinamento ou decidir quais serão as ações e políticas adotadas para melhorar o ambiente organizacional.

Melhora a precisão das decisões

Ao analisar as pessoas através dos seus dados também é possível chegar a decisões mais inteligentes sobre a sua gestão. Como você vai saber se o fator que está gerando desmotivação no seu time são os horários rígidos ou as metas que não são tão desafiadoras? Pelos números!

Cada colaborador vai gerar uma série de informações que podem ser analisadas individualmente ou em conjunto. Dentro desses bancos de dados haverá alguns padrões, que servirão para identificar e apontar gargalos a serem melhorados pela gestão.

E é claro que a análise do perfil de cada profissional também é um ótimo recurso na hora de selecionar novos talentos para compor o time de trabalho. Então, é muito mais simples decidir pelo candidato que mais se encaixa em uma vaga cruzando os pré-requisitos dela com as características observadas na pessoa.

Contribui para a descoberta de padrões ocultos

Como você já deve ter percebido, o People Analytics é ótimo em descobrir padrões onde, normalmente, nossos olhos deixam passar despercebido. Quando uma ou mais pessoas apresentam um comportamento recorrente em relação a determinada circunstância, isso é tido como um padrão. E onde existe um padrão negativo, existe uma oportunidade de melhoria.

Entender o comportamento da sua equipe, o perfil dos seus colaboradores e a preferência dessas pessoas é fundamental para se tornar uma empregadora realmente interessante. Por isso, não basta fornecer todos os recursos para que o trabalho seja feito, é preciso criar uma atmosfera inspiradora, uma rede de apoio e um ambiente que facilite a criatividade e a inovação.

Além disso, os padrões reconhecidos pelo People Analytics servem como indicadores para talentos com grande potencial nas equipes. Todo grande líder ou especialista em uma função surge de uma posição pouco valorizada. Ele cresce e se aperfeiçoa com o tempo. Então, quanto antes você conseguir descobrir esses talentos, melhor para o negócio.

Qualifica as relações de trabalho

Você conhece aquela história de que conquistar um novo cliente custa muito mais do que fidelizar um já existente? Bem, a mesma premissa se aplica aos seus clientes internos, ou seja, seus colaboradores. Com a diferença de que o valor de manter um bom talento é muito maior do que o de manter um bom cliente.

Seus colaboradores são, literalmente, o capital intelectual do seu negócio. Por mais que você tenha todos os avanços de um time documentados, com métodos e ferramentas, se um grande talento sai do seu time, você perde todo o potencial criativo dele.

Por isso, quando você confia no seu potencial de atrair bons talentos, é importantíssimo que também desenvolva meios para mantê-los com você. Em alguns casos, isso significa investir no seu aprimoramento constante, em outros, criar benefícios atrativos, ou valorizar verbalmente o profissional. Mas você só descobrirá o que funciona por meio dos dados.

Se você conseguir trabalhar em cima de informações reais e atualizadas ficará muito mais simples sanar todos os eventuais problemas que fariam com que alguém quisesse deixar seu time. Tornar as pessoas satisfeitas deixa de ser um mistério para ser um conjunto de passos a serem executados.

Além de todos esses benefícios que você acabou de conferir, é válido saber que o People Analytics também contribui para:

  • desenvolver as estratégias certas de contratação, recolocação profissional, promoção ou demissão de pessoal;
  • priorizar os pontos de melhoria mais estratégicos para o crescimento do negócio e das equipes;
  • adotar as métricas e indicadores certos para melhorar as competências dos profissionais e otimizar os investimentos em RH;
  • criar mais valor para as pessoas e para o negócio por meio de relações de trabalho mais saudáveis e mutuamente benéficas;
  • definir planos de carreira eficientes, garantindo que os colaboradores adquiram as habilidades necessárias para cada função;
  • identificar e sanar as principais lacunas relacionadas aos talentos e aptidões necessárias para o desenvolvimento do negócio;
  • entender as necessidades, habilidades e pontos fortes de seus funcionários;
  • melhorar a comunicação da equipe; e
  • implementar políticas de RH alinhadas com os objetivos do negócio.

Veja como o People Analytics pode revolucionar o negócio

A análise de pessoas existe muito antes de o termo ser cunhado. As organizações sempre estiveram interessadas em entender como podem melhorar seus negócios e aumentar seus resultados. O People Analytics fornece uma maneira de fazer exatamente isso, ajudando as organizações a tomar decisões acertada sobre como podem se envolver melhor com seus clientes internos.

As aplicações de People Analytics podem ser fundamentais e revolucionárias para o crescimento e durabilidade de um negócio. Não importa se é uma grande companhia ou um empreendimento iniciado há pouco, a administração das pessoas é sempre uma atividade complexa.

O potencial da análise de pessoas é infinito, pois não se limita a um setor ou tipo de empresa, mas se aplica a todos os setores, de startups de tecnologia a grandes corporações.

Por isso, contar com os métodos e as ferramentas certas é crucial para garantir um bom desempenho. É através deles que você poderá definir métricas estratégicas, decidir sobre os principais pontos de melhoria e fazer com que seu time cresça na mesma medida em que o negócio se desenvolve.

O uso de dados é crucial para isso, fazendo com que a empresa acerte a mão nas suas escolhas, tornando sua gestão de pessoas o verdadeiro diferencial competitivo da marca. Uma companhia que consegue contratar, qualificar e manter os talentos certos tem um capital impossível de ser reproduzido pela concorrência.

São as pessoas que criam o verdadeiro diferencial de um empreendimento, atribuindo personalidade e ainda mais valor a ele. São as paixões e as crenças das pessoas que tornam atividades comuns em verdadeiros potenciais de mudança e transformação no mundo.

Profissionais engajados e motivados trabalham por causas. E são as causas que movimentam o mundo, fazem com que os negócios busquem a sua melhor versão, se comprometam em entregar sempre mais e se tornem verdadeiras referências nas suas áreas de atuação.

Empresas que usam o People Analytics formam times de alta performance, que se complementam entre si e se desenvolvem em conjunto. Assim, a segurança e a confiança que os profissionais têm uns nos outros fazem com que o grupo se torne muito mais entrosado e ágil.

Então, podemos resumir dizendo que a análise de pessoas pode revolucionar os negócios ajudando as empresas a tomar melhores decisões sobre como operam, como alocam recursos e como desenvolvem seu pipeline de talentos.

O campo das corporações que gerenciam por meio de dados está bem estabelecido. O que há de novo é a capacidade desses negócios de coletar, analisar e agir em um volume sem precedentes de dados em tempo real.

A melhor maneira de ver essas oportunidades é observando o caminho desbravado por organizações que já adotaram a tomada de decisões informadas por dados. Empresas como Amazon, Netflix, Airbnb e Uber tornaram-se pioneiras nesse tipo de tomada de decisão porque abraçaram totalmente o poder da análise.

Como você viu, a análise de pessoas é o estudo de como as organizações podem aproveitar os dados que coletaram sobre seus funcionários para melhorar os resultados dos negócios. É um campo de rápido crescimento que tem muitas aplicações diferentes em termos de desempenho no trabalho, envolvimento dos funcionários e experiência do cliente interno.

O objetivo desse recurso é justamente fornecer insights sobre a personalidade, motivações e comportamentos dos indivíduos, para ajudar as empresas ou organizações a tomar decisões mais acertadas sobre eles. Isso ajuda a aumentar sua motivação, senso de pertencimento, engajamento e comprometimento.

Agora, você já sabe como usar o People Analytics a seu favor. Então, que tal entender melhor por que o futuro não é apenas sobre tecnologia, mas também sobre pessoas?

Você também pode gostar

Deixe um comentário

9 + 8 =