O que é Digital Twin? Confira sua importância

digital twin
7 minutos para ler
DATA MESH
digital twin

O conceito de Digital Twin vem ganhando cada vez mais força no mercado. Para que você entenda mais sobre o assunto, preparamos este artigo especial com tudo o que você precisa saber sobre gêmeos digitais. Acompanhe!

Muitos profissionais veem a Transformação Digital na empresa como um processo de via única, levando o máximo de seus ativos físicos para ambientes digitais quando possível. Mas sabia que é possível usar a tecnologia também para otimizar e conferir mais eficiência a produtos e sistemas no mundo físico?

O que é Digital Twin?

Trata-se de uma versão virtual que emula fielmente, 1:1, as características e o funcionamento de um ativo da empresa que exista fisicamente. Esse gêmeo digital pode ser de um produto que o negócio ofereça, um sistema de produção e até mesmo o espaço físico de um escritório ou uma loja de varejo.

A proposta do Digital Twin é permitir que desenvolvedores e profissionais estratégicos na empresa analisem o ativo em tempo real a partir um cenário mais controlado, com poder maior de manipulação de componentes, estudo de uso e experiência, além do impacto de fatores internos e externos em seu desempenho.

Ou seja, é uma forma de usar a liberdade que o ambiente virtual proporciona para coletar mais informações relevantes sobre aquele gêmeo em situações reais de uso. Assim, busca entender melhor questões de desenvolvimento, produção e ate pós-venda a fim de proporcionar uma entrega cada vez melhor ao cliente.

Como funciona?

A maneira que uma empresa utiliza Digital Twin depende bastante de sua natureza e do que ela produz/entrega. Mas, para que você entenda bem como funciona o conceito, podemos levar em conta o setor de indústria, que foi o primeiro a explorar mais a fundo a utilização do gêmeo digital.

Neste caso, imagine que o negócio tenha investido na construção de uma máquina específica para customizar sua produção, com o objetivo de obter mais eficiência e redução de custos operacionais. Agora, ele busca o retorno desse investimento.

Para garantir esse sucesso, a empresa desenvolve um Digital Twin do equipamento que simule em escala exata suas peças, seus movimentos e suas funcionalidades.

Com isso, é possível analisar o funcionamento real da máquina, inserindo as informações coletadas no modelo virtual. O uso de Internet das Coisas (IoT) é uma ajuda a mais, com sensores que coletem dados sobre a produção e enviem em tempo real para o gêmeo digital.

Dentro desse ambiente virtual, os engenheiros e os desenvolvedores podem se debruçar sobre o desempenho do equipamento e fazer alterações, analisando a diferença de resultado com cada mudança em características físicas e lógicas.

Assim, a empresa tem uma cópia do produto físico sempre alinhada à sua realidade, mas contando com as vantagens de manipulação, projeção e avaliação de um modelo virtual.

Demos o exemplo de um setor industrial, mas esse gêmeo pode ser bem aproveitado em qualquer negócio que tenha ativos em constante aprimoramento, desde o produto que você vende até o espaço em que seu cliente circula.

Qual é a sua importância?

As maiores vantagens competitivas da atualidade têm a ver com customização de experiências, adequação rápida a tendências e foco no alcance de nichos emergentes. Ter dinheiro para investir não é suficiente para garantir sucesso nesse cenário.

O mais importante é ter uma boa gestão orientada a dados que transforme o monitoramento do mercado e do público em estratégias reais de negócio. Nesse sentido, o Digital Twin é um conceito que aproxima as questões de mercado que você levanta com as abordagens possíveis para criar diferenciais dentro dele.

CTA animado Cloud

Com uma versão virtual do seu produto, é possível testar várias possibilidades e fazer ajustes apenas quando se tem certeza de que aquela é a melhor alternativa para a sua buyer persona.

Isso agiliza o aprimoramento de produtos sem aumentar os custos, já que esses ajustes são feitos de maneira certeira, pois já foi testada em um ambiente seguro. Para empresas que investem em transformação digital, é uma ótima maneira de aumentar a competitividade.

Quais são os benefícios?

Para completar essa nossa conversa, podemos expandir o último tópico para falar dessa importância de uma forma mais prática. Em que pontos da sua rotina o Digital Twin contribui para o sucesso? Veja a seguir.

Acompanhar o desempenho de ativos mais de perto

Com a combinação de Transformação Digital e IoT, é possível que empresas do futuro tenham versões digitais cada vez mais fiéis de seus produtos físicos. Quanto mais próxima for essa relação entre os gêmeos, mais controle se tem sobre seu desempenho.

Isso porque todos os dados coletados são transferidos para o Digital Twin, que permite analisar com objetividade causas e consequências de exibição, venda e uso. Assim, fica possível determinar exatamente quais fatores levam aos resultados a partir de uma investigação muito mais profunda e significativa.

Aprimorar produtos e ferramentas

Com essa visão rica sobre as características e a experiência de uso do produto, os profissionais C-level têm mais base para tomar decisões relacionadas a ele, como mudar características físicas que destaquem mais uma mercadoria em comparação a outras.

Também é possível ajustar componentes de ferramentas a fim de torná-las ainda mais úteis para o consumidor. Tudo isso contribui para uma oferta em constante evolução no mercado, gerando uma imagem de inovação para o seu público.

Melhorar a distribuição de espaços físicos

Uma utilização interessante de Digital Twin é recriar virtualmente espaços físicos, como escritórios e lojas de varejo. Com a inserção de dados sobre o fluxo de pessoas e a utilização do local, é possível fazer otimizações que aproveitem cada vez mais a sua disposição física.

Em uma loja, por exemplo, é possível redesenhar corredores e as posições de gôndolas para incentivar o aumento do ticket médio. Já dentro de um escritório, dá para melhorar a disposição de equipes e squads a fim de que interajam de maneira mais natural e eficiente.

Projetar o futuro com precisão

Uma grande vantagem que o Digital Twin traz para um negócio é a possibilidade de libertar seu ativo das limitações de tempo e espaço. Afinal, o modelo virtual aceita investigações de passado, presente e futuro ao mesmo tempo.

Os gêmeos digitais são muito utilizados em modelos preditivos: a empresa expõe o clone virtual do produto à ação de fatores como uso constante, clima e passagem de tempo para entender como esse ativo vai se comportar em meses ou até anos.

Isso permite um ajuste ainda mais sofisticado em suas características. Mesmo mudanças mínimas são testadas e têm a influência medida ao longo de prazos variados. Com isso, seu produto chega ao mercado com a certeza de que oferece a experiência esperada mesmo depois de muito tempo.

Esse é o grande trunfo do Digital Twin: quando você tem uma cópia perfeita do seu produto em um ambiente virtual, ganha mais poder sobre ele e pode trabalhar de maneira objetiva para satisfazer ainda mais o seu cliente.

Como você viu neste artigo, o sucesso de um Digital Twin tem tudo a ver com a digitalização corporativa. Então, continue sua pesquisa vendo este artigo especial sobre maturidade digital da empresa!

Cultura data-driven
Você também pode gostar

Deixe um comentário

oito − quatro =